Nosso objetivo é preparar crentes e não encher igrejas!

Atualizado: Jun 29

TODO TRABALHO DE LIDERANÇA NA IGREJA PRECISA TER A META DE FERRAMENTAR PESSOAS PARA A MISSÃO Você já deve ter ouvido a frase: "A igreja não tem uma missão. Jesus tem a igreja para sua missão". É disso que estou falando nessa frase acima. A meta "igreja cheia" é secundaria diante do foco em promover uma igreja missional, em ação constante de formação de pessoas que se preparam para impactar outras pessoas com o Evangelho. Jesus nos mandou fazer discípulos (pregando o Evangelho) e não nos ordenou preencher cadeiras de igrejas. Mas antes que você fale: "Ah, mas sem igrejas não se formam discípulos!". Concordo! A igreja é fundamental! Mas, se sua igreja e sua estratégia de comunicação não pensam primeiro em pessoas, em que transformar vidas é mais importante do que cultos cheios, jamais sua igreja terá uma plataforma intencional de rendenção das pessoas do seu entorno e do mundo. É pra pensar, pois isso muda completamente sua estratégia de comunicação. Segundo Ed Stetzer e Sérgio Queiroz, "O líder de uma igreja transformacional deseja que mais pessoas frequentem sua igreja , mas porque querem enviar mais pessoas de volta à comunidade e ao mundo. O foco da paixão de um líder de uma igreja transformacional está nas pessoas perdidas, e não em igrejas maiores". Veja. Estamos falando de igrejas grandes, mas com focos bem distintos. Em qual caminho está sua igreja e sua estratégia de comunicação?

texto de @eurodrigomotta



  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • Branca Ícone Spotify

© 2020 customizado por ChurchCOM.com.br