Conte uma história. Conte "A" história.

Atualizado: Jun 29

O mundo do marketing, principalmente o digital, entrou na onda do marketing de conteúdo. Você já deve ter ouvido falar sobre cursos de Marketing de Conteúdo, Conteúdo Digital, Inbound Marketing e etc. Tudo isso acontece no momento em que as ações de marketing tradicionais começam a sofrerem questionamentos nos resultados e custos. Tem lá uma certa dose de "frenesi" nisso, pois há uma década atrás era muito mais caro e muito difícil produzir campanhas no ambiente digital e os budgets dos clientes eram ainda mais tímidos. As alternativas eram muito menores. Lembro de, em 2008, ter cobrado de um cliente da agência um pacote de cinco banners digitais 40 mil reais. Imagina?

Mas, olhando por um outro ângulo, o marketing de conteúdo é sim uma onda importante para ser discutida e testada, principalmente quando falamos de negócios menores e, no nosso caso aqui, de igrejas. E não estou falando por ser mais barato não, até porque isso é lenda. Uma estratégia de conteúdo bem feita é cara e dá muito trabalho. Estou falando pelo fato de ser um pouco mais democrático e ter maior capilaridade, o que pode interessar, principalmente para quem tem uma boa história para contar. Estamos em uma época onde brigamos por tempo e atenção das pessoas e uma boa história, cercada de experiências, é tudo que faz um consumidor/fiel/membro sair do lugar comum e te dar o que ele tem de mais precioso hoje: tempo.

Tenho trabalhado em alguns projetos para desenvolver essa tal estratégia de conteúdo que conte uma história, envolva as pessoas e conecte-as com as igreja. Tenho visto que em nosso ambiente cristão o marketing de conteúdo é a grande saída, pois temos "A" história para ser contada, temos um potencial gigante de produzir bons conteúdos que criam ângulos criativos da Nossa História (Jesus) e ainda nos permite trabalhar com mais criatividade do que budget ao desenvolver canais, fazer Set ups de estruturas de SEO, podemos pensar em investimentos menores em anúncios e etc.

No final das contas, o marketing que tem se mostrado bom e eficiente é que aquele que apresenta ações que não se parecem com marketing. Me parece que o marketing bom pode ser chamado de Marketing de Histórias.

Te encorajo a sentar com seu pastor e pensar em como contar Jesus por aí!



Photo by Florian Klauer on Unsplash


  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • Branca Ícone Spotify

© 2020 customizado por ChurchCOM.com.br