Coronavírus, uma oportunidade para a missão

Atualizado: Jun 29

Tenho nos últimos dias falado muito sobre a igreja e sua missão no mundo digital. Estamos digitalizando cada vez mais a vida e nos tornando, a cada dia, seres menos relacionais, contrariando um pouco - ou muito - nossa essência. . . Pra piorar o ambiente, hoje a OMS (Organização Mundial de Saúde) declarou que estamos em uma pandemia, quando uma doença atinge escala de transmissão global (e nem tanto pela sua letalidade). O mundo volta seu olhar para a digitalização mais uma vez. . . Nossas vidas estão bem pouco impactadas quando nos dizem que temos que nos isolar em casa. Afinal, estamos conectados. Quais perdas reais temos? Do funcionamento prático da vida, acho que poucas. Passei muitos anos trabalhando sem escritório, com meu computador e mochila rodando comigo por aí. A ChurchCOM nasceu assim. Aprendi a trabalhar de qualquer lugar. Mas e quais as perdas reais? . . A maior perda é não sentir falta da falta que as relações fazem. De estimular o corpo de Cristo, de ser igreja, mesmo quando não adentramos no prédio oficial de nossas comunidades. . . Falei da falta, mas claro que aqui temos oportunidades. Podemos preparar nossas igrejas para, de fato, romperem as barreiras de seus muros estabelecendo rotinas no mundo digital de contato e pastoreio, criar soluções de cultos virtuais, conteúdos criativos e de longo alcance e que invadas as rotinas que estarão trancafiadas em suas casas (orando para que não cheguemos nisso no Brasil e orando pela Europa, EUA e Ásia). . . Já falei sobre a oportunidade em outro post. De fato, agora temos a chance de pararmos para usar nossa criatividade para nos apropriarmos do campo missionário digital de forma objetiva, para tocar pessoas, conectar pessoas, pastorear pessoas e deixa-las prontas para serem abraçadas pessoalmente em sua comunidade! . . Texto de @eurodrigomotta , fundador da ChurchCOM


  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • Branca Ícone Spotify

© 2020 customizado por ChurchCOM.com.br